terça-feira, 19 de junho de 2007

Os políticos e suas “Leis de Perfumaria”

Sabe-se que criar leis para o bem-estar da cidade é um ato indiscutivelmente positivo. Mas o nosso querido prefeito de São Paulo, o Sr. Gilberto Kassab, usa e abusa delas. Ai vão algumas:
- limpeza visual: proíbe a utilização de outdoors e outros tipos de anúncios publicitários nas ruas e em imóveis da cidade;
- limpeza das calçadas: todas as calçadas da cidade terão que estar adequadamente pintadas da seguinte forma: cor branca e natural de cimento alternadas;
- lei das vitrines: é obrigatório que todas as mercadorias expostas nas vitrines de estabelecimentos comerciais tenham preço visível.

Tudo bem, não são leis tão ridículas assim. Ter a cidade limpa e bonita é extremamente agradável para pedestres, motoristas e todos que diariamente andam pelas ruas. Mas existem prioridades. Fatos como a violência, educação e saúde – que precisam ser resolvidas o mais rápido possível - não podem ser substituídas por esse tipo de “futilidade legislativa”.

Posições desse tipo são para países de primeiro mundo como a Dinamarca que tem média de dois assassinatos por ano; sua população vive em ótimas condições de vida e não tem mais o que arrumar. Mas aqui no Brasil, onde a guerra civil e a hostilidade estão por todo canto; gente morrendo de fome; desemprego exacerbado em todos os Estados, não tem a mina possibilidade de se preocupar com tais medidas. Pra falar a verdade, acho que essas leis que o Kassab vem tentado implantar são aquelas de quando ele tinha 10 anos de idade e pensava: quando eu crescer quero acabar com todas as imagens da Vila Césamo, a começar pelos outdoors; ou: o cara da prefeitura nunca passa para pintar minha calçada; ou mesmo: nunca da para saber o preço do Batman sem perguntar ao vendedor.




Além disso, nosso prefeito é um cara muito sensível. Certo dia ao ser questionado por um homem na inauguração de um hospital do SUS (Sistema Único de Saúde) em relação à lei municipal que proíbe a utilização de propagandas publicitárias citadas acima, deu um show! Chamou o cidadão – que deve trabalhar muito mais que ele – de vagabundo e ainda o expulsou do posto de saúde. Imagino o que deve ter passado na cabeça daquele cidadão quando escutou o “prefeitinho” falar que as condições dos hospitais paulistas estavam totalmente em ordem. Lastimável!

Tem gente que fala que política não se discute, que o país é uma merda, que não tem solução, por ai vai. Somos um povo acomodado, nos contentamos com pouco. Com a rua mal asfaltada, com o "SUPER" crescimento da economia. Atrás da vista grossa está tudo errado; dinheiro de pontes que ligam o nada a lugar nenhum sendo desviado; o cara do bairro ao lado roubando uma caixa de leite pra dar aos seus filhos e pegando uma pena de dois anos, enquanto os Sanguessugas, quase todos, roubaram tudo o que puderam e hoje estão fazendo compra nos Jardins. Aí me vem um senhorzinho dizer que a poluição visual incomoda. O que incomoda é o descaso que os governantes têm em relação aos brasileiros, principalmente aos pobres.

Se for ficar apontando os erros do governo, vou precisar reescrever a Bíblia. A atitude do Kassab é apenas uma das dezenas, se não centenas de medidas e leis que realmente me deixam bem impetuoso. Depois desse desabafo, vou concluir com um trecho de uma musica do Gabriel O Pensador que se chama Pega Ladrão:

“E você que é um simples mortal, levando uma vidinha legal.
Alguém já te pediu um real?
Alguém já te assaltou no sinal?
Você acha que as coisas vão mal?
Ou você tá satisfeito?
Você acha que isso é tudo normal?
Você acha que o país não tem jeito?
Aqui não tem terremoto, aqui não tem vulcão.
Aqui tem tempo bom, aqui tem muito chão.
Aqui tem gente boa, aqui tem gente honesta; mas no poder é que tem gente que não presta"



Este aí é o vídeo em que o prefeito de São Paulo – Gilberto Kassab – expulsa o cidadão do hospital!

8 comentários:

Igor Mantoan disse...

Leis de Perfumaria, muito bem definido. Gostaria de complemantar com um breve raciocínio. A lei cidade limpa é uma bela demonstração de zelo pela cidade (e Kassab está usando mto bem o marketing dela). Bem, essa semana estava passando em frente a um supermercado que retirava seu grande letreiro da fachada (com atraso, desrespeitando a lei portanto) e pensei, boa medida. Olhei para o muro logo a baixo, repleto de pixações e repensei, inútil medida. As coisas vão um pouco além.

Paula Franco disse...

Bom, concordo com você... ele poderia estar gastando o "precioso" tempo e dinheiro dele, pra tentar ao menos melhorar a educação e a violência. Claro que uma cidade limpa é BOM, mas isso não é prioridade.

Gostei do seu blog!

Beijos!

Vandré disse...

Mano... Seu texto está quase perfeito. Só faltou 1 única coisa (tudo bem que não é SÓ coisa do Kassab), mas você esqueceu de colocar o que os governantes do Estado de São Paulo estão fazendo com a nossa futura escola, a USP, ou as outras opições (Unicamp e Unesp). Alias, eles lagaram a educação toda e vem dizer na TV que não existe mais Escolas de Lata, existe sim. É mentiroso ainda por cima!

Marysol disse...

Cara, eu acho que esse negócio de querer arrumar a cidade...se preocupando com coisas pequenas, é um meio de tentar disfarçar alguma situação que é vivenciada por vocês. Não conheço são paulo, mas sei que o estado sofre muito com problemas socias( assim como vários estados brasileiros, e principalemnte o meu-RJ)
Melhorar as ruas e a poluição visual é claro que é uma medida necessária, mas tornar isso prioridade é desumano.

TExto muito bem escrito fabrício!
Adorei!
BEijoss

Anônimo disse...

Fiquei com tanto raiva de ter perdido meu primeiro comentário, que perdi a vontade de escrever, mas na primeira oportunidade eu te falarei tudo o que escrevi, tá?
Beijos

Ah! O Kassab, na minha opinião, é meio desequilibrado.

Cacilda Mendes

Camila (Poli) disse...

Esse lance de que "política não se discute" é um ótimo pretexto para aqueles que não desejam ouvir suas idéias sendo debatidas, ou quem sabe, rebatidas.
Política DEVE ser discutida! É com discussão que aprimoramos a nossa visão das coisas.
Belo tema...
Quanto às leis:
Bom, limpar a cidade é mais fácil, rápido e visível do que colocar cadeiras inteiras nas escolas(aluno não tem idade pra votar mesmo) ou reformar teatros...
enfim... melhorar a cidade não interessa o que interesa mesmo é se manter no poder!
Abraço

Christiano disse...

q merda hein!

Christiano disse...

hahahahahaah!!!

lindo!