domingo, 15 de junho de 2008

De fora pra dentro

Procuro motivos pra conseguir entender porque eu tenho passado esses últimos dias feliz. Isso é muito estranho porque há um erro na ordem das coisas. Geralmente, o caminho é o contrário: primeiro é preciso encontrar motivos pra ser feliz, e não ser feliz pra depois encontrar motivos.

Quem me vê andando por aí com feição feliz e sorridente deve achar que eu sou daqueles que acorda e diz bom dia pro passarinho, que ri até das piadas do Faustão ou que passa horas escutando Tiririca. Bom, pensando bem, tirando o escutar Tiririca eu sou um pouquinho disso aí.

As vezes eu pareço meio maluco, principalmente no ônibus. Eu canto alto; canto mesmo. Tudo bem, não tão alto assim, mas a pessoa do lado consegue escutar um som vindo da minha boca que soa algo como: “Não solta da minha mão, não solta da minha mão”, “Apesar de você amanhã há de ser outro dia” ou “Florentina, Florentina, Florentina de Gesuis”. Não. Esse último não.




Pensando bem, eu acho que o motivo disso tudo é que quando me encontro sozinho, ou seja, sem nenhum relacionamento amoroso, eu pareço ser mais feliz. Não que eu não seja quando estou acompanhado, mas o fato de eu olhar mais pra mim, para as minhas atitudes e para o meu nariz, me deixa bem. Na maioria das vezes, quando se está com alguém (ou afim) é muito comum observar o que a outra pessoa anda fazendo, quem está deixando recados na página do Orkut dela ou qual vai ser a atividade do final de semana. Nesse movimento totalmente natural e inconsciente é comum a pessoa esquecer-se dela mesma, não lembrar das suas prioridade e até mesmo deixar seu antigos discos de lado.

Digo isso porque essa semana voltei a escutar uma das bandas que fazem parte do eu costumo chamar de repertório do sono vespertino. Sim, vespertino. É que quando a minha vida era boa, em meados da oitava série, eu voltava do colégio e dormia a tarde inteirinha; bons tempos aqueles. Pois bem, a banda se chama Smashing Pumpkins. O som é ótimo; os agudos baixinhos do vocalista são maravilhosos e muito bons pra dormir. Uma delícia.

Bom, voltando ao assunto da felicidade. Eu ainda não sei por que estou feliz. Talvez seja por conta do caso libanês (de dois textos abaixo) ter "saído" minha da cabeça; ou pelo fato de eu ter chegado em casa ontem e a minha nova amiga, a Chiquinha (minha vitrola), estar arrumada e pronta pra tocar os meus novos discos; ou porque achei o simulado de ontem fácil. Não sei. Nem venha me perguntar, pois ainda não encontrei a resposta.

Mas quer saber? Estou achando isso tudo uma merda. Acho mesmo que me falta alguém. Minha vida anda muito certinha, sem brigas e desentendimentos; talvez falte um pouco disso, mesmo que sobre felicidade nesse momento.

Eu preciso de alguém pra reparar a maquiagem, pra mandar mensagens, pra dar ritmo, pra escrever poemas, pra ter ciúmes, pra cantar pra ela, pra chorar por ela e o melhor: pra dividir a minha felicidade com ela. Porque, afinal, é um porre ser feliz sozinho.

8 comentários:

karol disse...

hahaha, eu adoreeeeeeeei...
eu sei que você estava esperando uma critica, mas eu prometi ser sicnera né?
esse foi um dos seus melhor textos.. acho que é porque eu me identifiquei bastante com ele... talvez eu esteja passando pelo mesmo que voce...
vida supeer corrida, saudades dos tempos de durmir a tarde inteira mais quer saber? essa vida está me deixando supeer feliz!

e voce mentiu hoje.. disse que não sabia o motivo de tal felicidade.. mais é claro que voce sabe.. e se não sabe vou lhe dizer agora:
voce é feliz e ponto!
afinaal pelo o que eu li aqui voce gosta mesmo é de viver.. aproveitar seu dia... e voce está fleiz porque é extaamente isso que voce esta fazendo... cantando no onibus, pensando o que voce quer pensar mais com a consciência de estar cumprindo sua obrigação que no momento é ir bem no cursinho.. não sei.. mais parece que você está de consciência limpa sabe? e por isso pode viver mais 'intensamente'

bom enfim.. exagerei no comentario.. era só pra falar que eu gostei muitoooo.. e me inspirou.. não para escrever porque não sou boa nisso, mais acho que vou fazer um desenho rs!

beijos Fá!
e até amanha!

Anônimo disse...

POutz véi..
Vc comentou no meu blog há um tempo, saí procurando nos posts pra te achar lá!
Li os 2 últimos...massa!

Num sei, parece que os dois tem um pouco a ver comigo..

No caso dos viado, é que meus amigos querem sair pra pegar geraaal, agarrar todo mundo, e às vezes eu prefiro sentar e curtir o som, beber alguma coisa, sem akela obrigação de ganhar o campeonato de quem pegar mais mulher na noite.
outra coisa, aki em Fortaleza os hits são compostos por forró, onde é geralmente fácil de conseguir uma transa (transa msm, facinho). Mas porra, eu num aguento ficar num lugar onde o cara fica gritando "Simbora Avião" "Cachaça pras rapariga" e por aí vai...

Sobre a sua felicidade, eu não "sofro" do msm sintoma, mas hj eu tbm sinto falta de ter alguém pra.. sei lá... me completar(?)

Então, é isso..
Abraço..

Vou te linkar!

Yasmin disse...

Nossa! Tô com a Cá e não abro!rsrs

Me identifiquei demais com o texto! Tenho dessas também! Ás vezes me encontro feliz, assim, do nada mesmo e fico tentando achar motivos para isso! Mas, sei lá, tava pensando aqui e acho que não devemos procurá-los, temos mais é que aproveitar tal felicidade! Ainda mais agora, nessa fase de vestibulando, correria. Se bem que tô adorando esse ano, nunca imaginei fazer amizades tão boas como a da kél, da cá e agora a sua!=) Tô adorando! Parece que já nos conhecemos a um tempão! Muito boa essa sensação! =D

Enfim, acho que (como a Cá) também exagerei no comentário rsrs

bjoo fá! (pode me chamar de min tá? hehe)

Cá! disse...

vou ler tudo de novo para me inspirar ;D


beijoa Fá!

Marcella Klimuk disse...

sou muito mais smashing pumpkins do que tiririca ahhahahaha :)
e adorava minhas tardes-pós-colégio em que podia dormir tranquila !

a gente cresce e como as coisas mudam

MIN disse...

Poxa! Entro todo dia aqui na maior expectativa pelo próximo texto!!!

Quero maaais machão! haha

Sabe que esse seu texto me inspirou e ontem eu escrevi! Depois de muito tempo, voltei a escrever =P, to pensando até em fazer um blog também..quem sabe!

raquel disse...

seja feliz com a gente! =D
amo seu blog! =)
beijos machao negao!

disse...

adorei sua idéia e como eu sou super rapida ja fiz o meu blog!

dá uma olhadinha!

beijos Fá!